JC (?) - O Cristão deve ser de Direita ou de Esquerda?


 Devocionais da Vida Cristã

Nem sou direita, nem esquerda. Sou de cima!

Toda ideologia contém sua própria utopia e é escatológica. Funciona mais ou menos assim:
Quem é de esquerda sonha com uma sociedade onde o Estado detém os meios de produção, onde os trabalhadores ocupam os principais cargos de autoridade e onde a desigualdade não mais existirá. Não haverá mais ricos, não haverá mais pobres, haverá apenas trabalhadores. Sem opressão, sem opressores, apenas o trabalho.
Quem é de direita sonha com uma sociedade onde o Mercado detém os meios de produção, onde a meritocracia define os principais cargos de autoridade e, portanto, sempre haverá desigualdade. Todavia, a desigualdade não é devido ao sistema, mas aos indivíduos que são desiguais. Por isso, sempre haverá ricos e sempre haverá pobres, mas todos, absolutamente todos, terão a oportunidade de, por seus méritos, serem bem-sucedidos. O Estado é mínimo, policial apenas, e a sociedade é livre para produzir.
As descrições acima podem variar, entre aqueles mais radicais e os mais moderados. Mas, uma coisa é fato, ambas descrevem uma utopia escatológica, uma esperança futura. Portanto, direita e esquerda dizem respeito a esperanças escatológicas que serão trazidas por meio da militância e do debate político.
E o cristão, é de direita ou esquerda? Nenhum, argumento eu. O cristão é de cima. Jesus disse isto da seguinte maneira:
“A isto, respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.” João 3:3
Se você sabe um pouco de grego, sabe que a expressão “de novo” poderia ser traduzida como “do alto”. Jesus está falando de um nascimento que vem de cima, de Deus. É um nascimento que não é provocado por processos humanos, como o parto maternal, mas por um processo divino.
Porém, Jesus também fala de uma utopia escatológica, o Reino de Deus. A esperança que Jesus apresenta é de uma monarquia, onde o Messias reina absoluto e traz descanso físico e espiritual a todos os seus súditos. Não haverá democracia, mas teocracia. Não haverá meritocracia, mas soteriocracia (o predomínio dos salvos).
Por isso, o cristão não é de direita ou esquerda, ele é do alto, pois a sua esperança escatológica não será trazida por processos humanos. O cristão não tem esperança no estado ou no mercado, sua esperança está em um trono, como Apocalipse 4,5 descrevem.
Assim, se alguém me pergunta se eu sou de direita ou esquerda, eu digo “sou oposição à esquerda, e à direita também, pois sou do alto”. Não pense, porém, que creio que o cristão deva ser totalmente alheio ao debate político. Sei que o assunto é bem mais complexo. Porém, entendo que só há uma ideologia a ser abraçada pelo cristão, e esta nem é a da direita, nem a da esquerda, é a de cima, é a da Palavra de Deus.
Que Deus nos abençoe nestes dias difíceis.


Autor: Pr Antônio Neto - Professor do Curso Online da Escola Charles Spurgeon

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »